HAVAN
REVERDE

ENERGIA SOLAR POR ASSINATURA

Por Walter Scheurer em 27/12/2023 às 07:44:38
* Como funciona a energia solar por assinatura?

Entenda como a energia solar pode ser mais rentável e como ter uma assinatura de forma segura!


Imagem de destaque do artigo

A energia solar, também conhecida como fotovoltaica, cresce largamente no Brasil. Este mercado avança 60% ao ano na chamada geração distribuída, que é quando o consumidor produz energia para consumo próprio. Entre as principais vantagens, está a economia financeira que o modelo traz, mas, em alguns casos, as placas fotovoltaicas não podem ser instaladas. Uma solução para micro e pequenos empresários que se interessam pelo modelo, mas não têm como gerar sua própria energia a partir da luz do sol, é a possibilidade de aderir ao sistema de assinatura de energia solar.

Nos últimos anos, as empresas têm visto crescer seus custos com a energia elétrica, que tem ficado mais cara em consequência da crise hídrica e do sistema de bandeiras tarifárias, que aumenta a fatura quando a escassez prejudica a produção das hidrelétricas. A energia solar deixa os consumidores, sejam residenciais, sejam comerciais, menos reféns destas oscilações. Ela é produzida a partir de placas que transformam a luz solar em energia elétrica. Porém, pode haver limitações para a instalação de uma unidade geradora, como a falta de recursos financeiros, a impossibilidade física de instalação nos telhados ou mesmo devido ao fato de o imóvel ser alugado, o que tira as vantagens do investimento.

Para suprir estes consumidores, existe a assinatura de energia solar, que reduz os gastos com energia elétrica. Neste modelo, uma empresa geradora de energia fotovoltaica coloca sua produção no sistema elétrico, e os créditos são transferidos para o contratante.

Como funciona a assinatura de energia solar

Ao contratar o fornecimento de energia solar por assinatura, o consumidor fica menos refém das bandeiras tarifárias da energia elétrica tradicional e ainda pode negociar com os fornecedores, contratando o que oferecer as melhores condições. A economia chega a até 15% na conta de luz e só este ponto já torna o modelo muito vantajoso para as micro e pequenas empresas.

Porém, o modelo de assinatura traz outras vantagens. O primeiro deles é que o consumidor não precisará investir capital na compra e instalação dos painéis solares e, também, dispensa a necessidade de espaço para a colocação, além de não exigir alterações na rede elétrica já existente. Além disso, o contrato de assinatura não tem fidelidade e não tem burocracia e vistoria, como no sistema físico.

Energia compartilhada: o futuro do abastecimento

A capacidade de geração de energia solar no Brasil é enorme por suas características tropicais. Mesmo que a geração hidrelétrica também seja limpa, a energia solar é mais barata e a que menos interfere no meio ambiente. Entretanto, a geração fotovoltaica mais comum no país é a local, representando mais de 80% da energia solar produzida. Este modelo é o que consumidores residenciais ou comerciais instalam os painéis solares em seus próprios imóveis para consumo próprio.

Outro modelo é o de autoconsumo remoto, no qual o empreendedor cria sua própria geradora fotovoltaica e distribui a energia no sistema elétrico, gerando créditos que são abatidos no consumo de seus negócios.

A partir de 2015, após a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) perceber que a geração não crescia de acordo com a demanda, foi regulamentada a geração compartilhada, que permitiu que a energia gerada fosse vendida a terceiros por meio de créditos. Foi este modelo que viabilizou a criação da assinatura de energia solar, que pode trazer vantagens consideráveis para o seu negócio, tornando-o mais rentável ao reduzir os custos.

A geração fotovoltaica pode se tornar uma ótima oportunidade de diversificar ganhos, ao vender a produção por meio da geração compartilhada! O Sebrae já tratou de oportunidades de negócios com energias renováveis, entre as quais está a solar, saiba mais clicando aqui.

Fonte: Sebrae

Comunicar erro
TO DE FOLGA tour
Aspen GM
Fornaria

Comentários

FRICARNES
Flip Flops